25 de maio de 2008

O Litoral Alentejano em debate

Dotada de recursos naturais notáveis, a sub-região do Alentejo Litoral apresenta uma localização geoestratégica excelente compreendendo cinco concelhos: Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines e Odemira.
O sobreiro dá à paisagem a marca mediterrânica. No vale do Sado, em Alcácer do Sal, o pinheiro manso rivaliza com o sobreiro eé do pinhão que se produz artesanalmente o mais delicioso doce regional: a pinhoada.

Apesar da extensa exploração silvícola, também aqui se encontram campos desprovidos de arvoredo. Os pousios, que podem durar até sete anos, favorecem sobretudo a criação de gado ovino.
Em organização conjunta com a Concelhia de Sines, a Federação Distrital de Setúbal do Partido Socialista realizou uma Sessão Aberta "Desenvolvimento do Litoral Alentejano ..." contando com a presença, enquanto orador, do nosso vereador João Massano.
A iniciativa aconteceu no dia 24 de Maio no Salão Social da Santa Casa da Misericordia de Sines e decorreu.
Quem souber como decorreu mande informações porque todos os cidadãos do Litoral Alentejano querem passar a viver melhor neste cantinho à beira do céu... e da praia.

19 de maio de 2008

Mais uma vez... temos escola

Pela enésima vez os vários intervenientes, neste tipo de procedimentos, comprometeram-se a levar a cabo a remodelação da Escola Secundária de Alcácer do Sal.
A construção de uma nova escola foi, há muitos anos, um dos anseios dos estudantes e da população do concelho mas tal não veio a acontecer por "razões que só a razão desconhece"....
Assim, meus caros amigos de Alcácer do Sal, só nos resta esperar para ver.
Será que os projectos e as obras necessárias vão avançar?
Será que os prazos acordados vão ser cumpridos?
Ou será que por razões de uma nova politica educativa as obras só avançarão se forem cumpridos alguns requisitos prévios?
E só falo disto e deste modo porque pelo que sei já se fala deste assunto há mais de vinte anos.
Tenham um bom dia e aproveitem estes dias de chuva para passarem uns dias em casa no «relax»... porque depois vem aí a praia...

12 de maio de 2008

O Clube Náutico de Alcácer do Sal

Esta é a primeira vez que vou dissertar sobre esta obra. E espero que não seja a última já que este edifício irá marcar a margem sul da nossa cidade para todo o sempre.
Este projecto pretende ser um espaço comercial e empresarial e preencher uma lacuna que existe no concelho quanto ao apoio a pequenas empresas e a espaços promotores de novos negócios.
Este clube náutico terá a sua frente em vidro e estará orientado de frente para o rio Sado, desfrutando assim, de uma vista única para o rio e para a nossa cidade.
No piso zero, existirá um snack-bar e um espaço de arrumação e manutenção de embarcações. Quanto ao piso um terá oito salas para arrendar a empresas direccionadas para os serviços turísticos e neles promover novas oportunidades de negócio.
Esperemos que traga mais oportunidades de criação de riqueza a cada um dos alcacerences pois só assim poderemos, de uma forma mais adequada, aproveitar os dias de sol maravilhosos que temos no nosso concelho.

7 de maio de 2008

Maio: primavera põe concelho a mexer

Os desafios que se colocam às gentes do nosso concelho são enormes. Mas com o aparecimento dos dias bonitos nós conseguimos. E conseguimos aumentar a atractividade de Alcácer do Sal contrariando a tendência de desertificação.
O nosso «sequeiro» deve ser um instrumento estratégico usado para desenvolver as competências de todos os nossos cidadãos.
E esta é a melhor altura para a festa. Quer seja teatro, música, dança ou cantigas.
(Podia ser mesmo fado ou futebol. Fátima também e este é sempre em Maio.)
Passe a frase feita todos os alcacerences e toda a reagião pode e deve aproveitar as realizações que vão acontecer um pouco por todo o concelho.
E aproveitem pois, pelo que eu vejo todos os dias no campo, a passarada tem aproveitado para cantar e dançar durante todo o dia.
E eles é que nos mostram um bonito exemplo para a nossa vida.

2 de maio de 2008

A gestão de conflitos

Têm estado uns dias maravilhosos em Alcácer do Sal. Este nosso Sol é motivo de contentamento e motiva as pessoas a "dar o seu melhor" ou ao "dolce fare niente".
Este é o lugar perfeito para trabalhar ou descansar ao som da natureza. Acordar ao som dos passarinhos, poder ouvir o silêncio, passear pelos campos, nadar no rio, ou simplesmente ler trabalhar rodeado por todo este "pano de fundo"...
É a famosa história da cigarra e da formiga. E por isso devemos aproveitar e ser cigarra e formiga. Há que aproveitar o «Maio» e aumentar a «produtividade».
Eu proponho uma almoçarada para esbater o conflito unilateral ou bilateral, quem sabe, entre os blosguers do "OSadão" e do "AlcácerDoSol". E o Retiro Sadino é um bom ponto de encontro.
Há que saber gerir conflitos pois eu sei que lá no fundo eles querem o melhor para a nossa terra.
E há que aproveitar pois vêem aí uns dias maravilhosos... que são puro deleite.