29 de março de 2009

E já agora acerte o relógio...

Se gostam de ter a hora certa no vosso computador através da hora legal de Alcácer do Sal só têm que:
1- dar dois cliks no relógio situado no canto inferior direito do ecrã e seleccionar «Tempo Internet»;
2- e no endereço escrever ntp02.oal.ul.pt.
Depois disto o relógio do vosso computador fica certo pelo do Observatório Astronómico de Lisboa.
Vão por mim ... esta dica é útil para quem tenha, como nós, um dia atarefado e sem actualização automática da hora, especialmente em dias como o de hoje, parece que andamos ainda mais atrasados.

26 de março de 2009

Percebem ou não? Se não perceberem eu faço um desenho.

Parece que ninguém percebeu a charada sobre a Tabella Defixionis de Alcácer do Sal.
E pior que isso, ninguém percebe que a destruição daquilo que são as memórias de Alcácer do Sal, tão necessárias ao equilibrio da nossa identidade cultural, podem ser marcantes para as atitudes de manifesta soberba terceiro mundista dos eleitos que vão passando pela áurea do poder.
É vã a glória de mandar sem cuidar da memória e da cultura.
É um atestado de incompetência a todos nós, Alcacerenses, que passamos por não saber mais que isto, nem aprendermos com a forma como os nossos vizinhos tratam e valorizam a vivência urbana do seu património, dos seus costumes e das suas tradições.
Destruir a cultura da tradição, da vivência do dia a dia, da memória passada daquilo que está bem e não é percebido porque não dá jeito perceber a quem decide; e como é mais volátil, não se veêm as cinzas... destroi-se este património humano.
Isto é incompreensivel ... e demonstrativo de um tipo de "cultura que se irá continuar aaplicar noutros casos.
Temos que pôr um fim a este assassinato cultural, sob pena de perda total de identidade.
Vão por mim... que ISTO É MATAR A NOSSA GALINHA DOS OVOS DE OURO!!!

20 de março de 2009

Começou a corrida para as autárquicas...

Já que ninguém fala nisto... falo eu...
Devagar, devagarinho começou a corrida para as diferentes eleições autárticas: Assembleia, Câmara Municipal e Juntas de Freguesia do Concelho de Alcácer do Sal.
O pontapé de saída parece ter sido dado pela alteração da composição da Vereação da CDU. Os «camaradas» Jerónimo Matias e João Sequeira deixaram de exercer funções de vereadores e foram substituidos por outros «camaradas».
Os motivos da substituição ficaram a dever-se a questões profissionais, isto é, preparam com muito profissionalismo o regresso ao poder. Mas será que a CDU, que tanto criticou os actuais eleitos, apresentará alguém com força para disputar o lugar?
Preocupante é o silêncio do PSD, do CDS e do Bloco. Será que ainda existe uma(s) distrital(ais) ou concelhia(s) deste(s) partido(s)? Entre silêncio e mais silêncio não se esperam grandes alterações.
O Partido Socialista mostra que ainda há algum trabalho por fazer mas que, brevemente, tudo estará decidido. Mas, como todos sabemos o seu grande objectivo político para 2009 é disputar a vitória em todas as eleiçoes. Será que vai conseguir?
Quanto ao resto não sei. Mas a grande o grande "Tabu" permanece: Pedro Paredes vai recandidatar-se?
Vão por mim... que como dizia o João Pinto...prognósticos só no final do jogo... mas...
como é evidente... as finais não são para jogar mas para vencer...

17 de março de 2009

Cine Teatro de Alcácer do Sal

Ainda se lembram do antigo Cine Teatro de Alcácer do Sal? Aquele que fica(va) ao pé do quartel dos Bombeiros?
Já foi há alguns anos...Eu ainda me lembro pois foi lá que ainda consegui ver o filme de Tim Burton, "Eduardo Mãos de Tesoura".
Eduardo era um rapaz que vivia sozinho na escuridão... até ao dia em alguém o adoptou, passando a viver em familia...
E porque é que nunca mais me esqueci deste momento? Terá sido por causa da história? Também foi...
Mas o que mais me impressionou e deslumbrou foi ver a sala - salão onde estava.
Ainda me lembro .... e vocês ainda se lembram?
E agora dizem que vão aí fazer um espaço habitacional onde apenas se vai aproveitar a fachada. E agora dizem que a sua degradação torna o projecto de recuperação incomportável - financeiramente acrescento eu. E agora dizem que Alcácer do Sal não tem condições para dar luz e uma nova família a este espaço.
Isso é que era bom.
Vão por mim... que tenho um renault na garagem... mas não me importava de ter ao mesmo tempo um ferrari... mesmo que gastasse algumas verbas na sua recuperação.
Por favor... voltem a debater o assunto... voltem a pensar no nosso Cine Teatro.
Mais, aproveitem e restaurem também o Café Restaurante "O Campino".

14 de março de 2009

O Site da Mirasado morreu?

O que se passa com o website da rádio Mirasado?
A Rádio MiraSado, que já tem uma história longa, tem como principal actividade a difusão das noticias , de interesse público, a toda a população de Alcácer do Sal e arredores.
O seu objectivo sempre foi contribuir para o desenvolvimento da identidade e da cultura local, para a promoção do progresso económico, social e cultural de Alcácer e para promover as relações de amizade e cooperação entre os Alcacerenses.
Eu não sei quem são os responsáveis por este projecto mas não é postura minha deixar acabar aquilo que deu tanto trabalho a fazer.
Vão por mim ... e não deixem morrer o projecto porque senão dará mais trabalho fazer um parecido... por que ele faz falta como todos sabemos.

9 de março de 2009

A Tabella Defixionis de Alcácer do Sal

Será que você realmente não vê?
Será que você realmente não sabe?
Será que a pode ir ver?

A Tabella Defixionis de Alcácer do Sal é um excepcional documento epigráfico, aparecido na antiga Salacia. Trata-se do primeiro exemplar inequívoco de tabella defixionis encontrado em território português e um tipo de documento bastante raro no contexto peninsular.

Foi um dos achados mais importantes da carreira do saudoso Dr. João Carlos Faria tendo sido exumada durante as escavações no santuário de Alcácer do Sal.

E actualmente o que é feito dela?
Será que você realmente não vê?
Será que você realmente não sabe?

Vamos deixar de lado quem encobre o facto deste objecto estar próxima da morte e da destruição. Será que vamos assistir de novo a um crime patrimonial friamente premeditado ficando a nossa cidade, o distrito e o país despojados de um dos seus testemunhos artísticos pré-históricos mais notáveis que lhes restam? Ou será que basta contemplar fotografias, para satisfazer o conceito de preservação do património, deixando os originais à mercê das destruição e morte na Cripta Arqueológica de Alcácer do Sal?

Assim, apreensivo e expectante, não posso deixar de afirmar que os «cultos» tecnocratas do século XXI, sem réstia de respeito ou remorso, aprestam-se a pôr em perigo senão a destruir a nossa tabella.

Não podemos imaginar que as autoridades competentes deixem passar em claro tamanho atentado. É possível encontrar facilmente soluções. A Tabella Defixionis de Alcácer do Sal, essa, tem que ser protegida intransigentemente e deve manter-se na nossa terra para quem nosvisita.

Vão por mim... a preservação da Tabella Defixionis é o que queremos defender, constituindo a sua restauração e conservação a única solução compatível com uma política patrimonial consequente.