28 de abril de 2009

Curiosidades sobre o sistema de numeração decimal

Há mais de mil anos, um génio marroquino concebeu as figuras de 1 a 0 que hoje nós conhecemos como numerais arábicos.
Ele moldou as figuras de tal forma que cada uma apresentasse o número correspondente de ângulos. O número 1 contém um ângulo; o número 2 contém dois ângulos, o número 3, três ângulos, etc. O zero, significando nada, não tem ângulo.
Aqui está em parte o segredo do sucesso que todos lhe reconhecemos: o número de ângulos e, totalmente revolucionário, um número especial para representar a ausência.
E porque é que foram escolhidos dez figuras neste sistema?
Para facilitar a utilização dos dedos ao realizar os cálculos e daí a designação de dígitos.
Vão por mim... foi sem dúvida, genial... e ainda hoje nós fazemos as nossa continhas mais simples a contar com os dedinhos.

23 de abril de 2009

No Dia Mundial do Livro...

O dia mundial do livro e do direito de autor é celebrado hoje.
A data foi instituída pela UNESCO para prestar tributo aos grandes autores da literatura mundial que nasceram ou morreram neste dia. É o caso de Cervantes, Shakespeare ou Vladimir Nabokov.
Esta celebração procura também encorajar as pessoas, especialmente os mais jovens, a descobrir o prazer da leitura e a respeitar as obras insubstituíveis daqueles que contribuíram para o progresso cultural da Humanidade.
E a minha proposta de leitura passa pel' "O Homem sem Qualidades" de Musil... uma provocação pura ... sobre um homem que "tenta ser um grande homem", mas se prova não ter qualidades para tal por ter nascido num mundo sem qualidades.
Deste homem não se conhece o fim, porque este "não-romance" não tem fim.
Vão por mim... que se conhecessemos o fim de cada um de nós, não andariamos a fazer o bem aos outros todos os dias da nossa vida.

21 de abril de 2009

Férias Arqueológicas em Alcácer do Sal

Esta era uma ideia que podia ter sucesso.
Desenvolver um projecto, uma acção que pretenda iniciar os jovens na arqueologia através das práticas, processos e técnicas aplicadas directamente nos monumentos arqueológicos de Alcácer do Sal, com o apoio de arqueólogos.
Estas «Férias Arqueológicas» poderiam acontecer em todos os momentos em que não houvessem actividades lectivas: No Natal, na Páscoa e no Verão.
As actividades arqueológicas podiam decorrer de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h30, estando a parte da tarde reservada para o conhecimento cultural do nosso concelho.
Dormiriam em tendas e tomariam as suas refeições nas cantinas das esolas... Podiam mesmo viajar no «Amendoeira», frequentar as prais fluviais ou as marítimas...
Estas actividades poderiam estar inseridas num novo Projecto Cultural de Alcácer do Sal e serem organizadas pela Câmara Municipal, pelo Museu Municipal, pelo Igespar, pelas associações culturais do concelho...
Quem sabe, os jovens aprendizes até poderiam pagar pelas suas férias... viriam de todos os cantos do país e ajudariam a mostrar aquilo que temos de melhor na nossa terra.
Será que isto é um sonho??!! Quem sabe.... mas vão por mim... temos que arranjar pessoas que façam aquilo que a nós só nos passa pela cabeça.

19 de abril de 2009

36º Aniversário da criação do PS

Dia 19 de Abril

Eu penso e sei que nem toda a gente pode estar de acordo.
Mas para aqueles que desejem e queiram podem comemorar a passagem do 36º Aniversário da fundação do PS, que teve lugar no dia 19 de Abril, na Alemanha.
E é sempre bonito, como democratas, saudar os seus fundadores e reconhecer a sua importância histórica, tanto mais que a Revolução do 25 de Abril ocorreria exactamente um ano depois.
O que é que querem que diga... afinal de contas...
Vão por mim.. e pensem que temos de aproveitar todas as festas que nos propõem porque é o melhor que levamos da vida. E quando a festa acontece ao nosso lado, com os nossos amigos, mais razões temos para comemorar.

18 de abril de 2009

Consulta dos cadernos de recenseamento


Seguindo a indicação de um Amigo deixo aqui a seguinte informação:
Vão a http://www.recenseamento.mai.gov.pt/ e consultem o v/ nº de Eleitor e vejam se estão bem recenseados.
Se tiverem amigos / familiares que completem os 18 anos, eles são recenseados automaticamente na Freguesia de Residência, (mas não lhes é comunicado o nº de Eleitor) e por isso devem, também aqui confirmar o recenseamento.
Vão por mim... Confirmar e saber o número é essencial! Eu já confirmei, só com o meu nome e a data de nascimento, funciona e está actualizado.

15 de abril de 2009

Hoje apetece-me brincadeira, vizinho

Se eu fosse presidente de junta por um dia....
fazia uma rotunda como esta:
Começava muito bem...
Embandeirava em arco...
E acabava muito melhor.
Mas vão por mim... isto é pura ficção e todos querem fazer o seu melhor... principalmente aqueles que fazem a gestão das coisas públicas.

14 de abril de 2009

Ora aqui está o que faltava: Já temos «Camisola Amarela»

Com o texto que a seguir se transcreve, numa entrevista publicada no Diário do Sul, ficou claro que já temos candidato do PS às Autárquicas 2009, em Alcácer do Sal.
Pedro Paredes avançou e remeteu a questão para o outro lado do tabuleiro.
"Com o primeiro mandato a aproximar-se a passos largos do fim, já pensou se avança para uma segunda candidatura?
Sim, é para avançar. Ao princípio a pessoa tende a dizer que não tem nada a ver com isto e que se quer ir embora. Repare que somos confrontados com uma grande pressão, desde a política, à económica, passando pela falta de meios, etc. Mas a partir do momento em que a pessoa começa a perceber de que forma se obtêm os financiamentos e como é que se põe as coisas a funcionar, depois isto até acaba por ser viciante. No fundo, é um projecto de arquitectura feito a outra escala. Em vez de ser um projecto de uma casa, de um lar ou habitação social, é um projecto de um concelho. E o ordenamento de um território é um desafio espectacular, sobretudo para um arquitecto."
Vão por mim...e pensem que este facto vai alterar, a partir de hoje, todas as decisões que os outros concorrentes tomarem. É que quando temos o «camisola amarela» a correr ao nosso lado temos de pensar duas vezes... e "candeia que vai à frente ilumina duas vezes"...

7 de abril de 2009

A Gastronomia e os Vinhos de Alcácer do Sal

Um dos produtos prioritários que o Plano Estratégico Nacional do Turismo definiu para o Alentejo foi «Gastronomia - Vinhos».
Este é, sem duvida, uma óptima escolha pois Alcácer do Sal tem ínumeras potencialidades neste sector.
Como também sabemos «é pela boca que morre o peixe».
Se juntarmos estes dois pressupostos podiamos transformar Alcácer do Sal numa fonte de turismo e num enorme atractivo alimentar para os nossos visitantes.
Porque não organizar e planificar um conjunto de encontros, subordinados ao tema da Gastronomia -Vinhos, que criassem um conjuntos de.... (tantas coisas poderiam fazer) e nós tivessemos também uma rota estratégica «alimentar» em Alcácer do Sal.
Que tal comer, ao pequeno almoço, umas fatias douradas no "................." subir a rua do "Chupa-lhe a Pele" e almoçar no "................." uns bifes de javali.... acompanhados por um vinho da Comporta...
Depois de uma sesta ir ao "................." e degustar uns caracóis, percorrer a marginal e ir ao "................." uns pézinhos de coentrada... com um tinto do Torrão...
O debate, com especialistas na matéria, podia dar uma visão abrangente do tema, do ponto de vista do seu desenvolvimento de Alcácer, mas...
Vão por mim... gastronomias temos do que há de melhor no nosso Portugal e os vinhos serviriam perfeitamente para regar mais uma noite calma no estuário do sado.

6 de abril de 2009

Internet de graça para todos, em Alcácer do Sal

Este foi o meu sonho para hoje… um sonho que se poderia tornar realidade… e já nem era novidade em Portugal .
Não se via, mas a cidade teria uma rede Wi-Fi que permitiria o acesso gratuito à Internet sem fios. Sempre que houvesse um dia soalheiro e abundasse o tempo livre, surgiriam nas varandas e nas esplanadas junto ao rio Sado alcacerenses com portáteis, numa conjugação de ar livre e tecnologias, arquitectura antiga e tempos modernos.
A suportar esta rede estariam vários pontos de acesso, com um raio de cobertura de cerca de 150 metros cada. Contas feitas, todo o centro histórico da cidade e alguns pontos mais distantes, teriam acessos à internet grátis para todos os utilizadores que tivessem portátil, PDA ou telemóvel equipado para o efeito e que solicitassem o serviço.
A implementação desta rede, meus amigos, não custaria mais de 100 mil euros. E esta seria uma forma de dotar a cidade de uma infra-estrutura de comunicações a custos «compensadores», que permitiria maior autonomia nas comunicações entre os cidadãos deste município que, como sabem, se encontram geograficamente muito dispersos.
Vão por mim... este sonho podia ser realidade se alguém se lembrasse que podia executar esta obra em dois ou três meses. Quem sabe?

1 de abril de 2009

Foi com enorme prazer que recebi noticias da nossa Tabella

Não é todos os dias que recebemos a visita de um dos responsáveis do sector de Arqueologia, Museus e Património Cultural da Câmara Municipal de Alcácer do Sal.
E desde já me penetencio pelas duras palavras que escrevi sobre todos aqueles que têm à sua responsabilidade a nossa Tabella.
Palavras cortantes e ásperas mas que surtiram o efeito desejado.
Passo então a citar as palavras que nos foram dirigidas:
"Caro colega,
Brevemente vai ser lançada uma boia de salvação à tabella e outras peças que se encontram feridas de morte. Como alcacerense agradeço a sua preocupação e chamada de atenção.
Bem haja,
Marisol Ferreira"
Vão por mim... pois se a nossa colega e amiga Marisol Ferreira fez uma afirmação destas é porque sabe... e por ser quem é e por fazer o que fez e tem feito, tem toda a nossa confiança. Com efeito o caso está em boas mãos.

E assim começamos Abril...

E para que possam recordar, aqui ficam alguns factos que aconteceram na nossa terra e que podem ser motivo para uma festa com os amigos. Assim:
-Nos registos paroquiais da freguesia de Santa Maria do Castelo, de Alcácer do Sal, encontrara-se o assento de baptismo de Dona Maria baptizada em 15 de Abril de 1603 filha de Diogo Mascarenhas e de sua mulher Dona Violante;
- No dia 28 de Abril de 1974, no domingo posterior à revolução dos cravos, realizou-se em Alcácer do Sal, uma enorme manifestação representativa do período do pós 25 de Abril;
- No dia 18 de Abril de 1975, um grupo de estudantes do colégio particular de Alcácer do Sal decidiu dar voz às reivindicações de alguns alunos e populares e ocupou o colégio;
-E no mesmo dia 18 de Abril, mas já no ano de 2008, foi inaugurada a Cripta Arqueológica do Castelo de Alcácer do Sal.
Vão por mim e aproveitem… pois julgo que Alcácer e os alcacerenses estão de parabéns pelo que conseguiram em Abril… Tanto se poderia dizer de Abril.