31 de agosto de 2009

Pinhoadas e outros produtos tradicionais...

Conforme as coisas andam e consoante aquilo que vou lendo e ouvindo é preciso dizer:
Se o Presidente da CMAS dissesse que as pinhoadas de Alcácer do Sal são boas, todo o pessoal comentaria que elas eram más...
Por isso vão por mim e... divirtam-se que a vida são três dias...

30 de agosto de 2009

Geocaching em Alcácer... Já!!!

O Geocaching é um desporto de ar livre que envolve a utilização de um receptor de GPS para encontrar uma "geocache" (ou simplesmente "cache") colocada em qualquer local. Uma cache típica é uma pequena caixa (ou tupperware), fechada e à prova de água que contém um livro de registo e alguns objectos, como canetas, apara-lápis, moedas ou bonecos para troca.
Numa cache tradicional, um geocacher coloca um livro de registos, caneta ou lápis e os pequenos tesouros, num saco à prova de água, e depois anota as coordenadas (latitude e longitude) da cache. Os outros geocachers, os descobridores, com receptores GPS, procuram-na. Quando o conseguem, registam o achado. Os Geocachers são livres de colocar ou retirar objectos da cache, normalmente por troca de coisas de pequeno valor, de modo a haver sempre qualquer recordação para trazer.
Uma das características que diferencia o geocaching de outras actividades é o esforço feito no sentido de preservar a natureza e criar consciência ambientalista. Para tal, é normalmente pedido aos utilizadores que removam algum lixo das áreas onde praticam geocaching e que deixem as áreas visitadas iguais ou em melhor estado que as encontraram.
Vão por mim... e pensem com os locais arqueológicos e culturais que temos... este era um desporto que poderia servir toda a cidade. Por isso digo... passem á acção já.

27 de agosto de 2009

24 de agosto de 2009

Unidade

Aqui, ao fundo, talvez se veja melhor. Era tão bom conseguir ajuizar sobre as quais nada sei. Quem me dera ser indiviso e estar sempre de acordo comigo mesmo e agir desta maneira.
Mas estou a tentar... E vocês não querem?

22 de agosto de 2009

Nem nas ferias consigo estar longe

Verdade verdadeira...
E o mais engraçado que vi foi uma conversa de anônimos nos comenta do timanel... Uma verdadeira conversa de surdos - mudos...
Ate a visita da ministra fica para trás.
Daqui fica uma ideia: visitem o sítio http://independentes2009.blogspot.com e vejam a política que se faz ca na aldeia.
Vão por mim... E relaxem, pois vem aí um tempo de muitos trabalhos.

18 de agosto de 2009

Rien ne va plus, les jeux sont faits

Nem sempre corre á nossa feição, mas promessas são promessas!
Talvez fosse do brilho gorduroso que escorria das testas franzidas... havia também que lembrar que o que estava á minha frente era maior do que eu, desde pequenino.
Ou, quem sabe, talvez fosse do vago cheiro de desodorizante, meio perfume barato impregnado nas peles das femininas presenças. Talvez já fosse da hora, daquela hora sombria em que as pessoas são apenas vultos e as vozes apenas sussuros. A coisa já estava duvidosa... o meu olhar injectado de promessas de uma qualquer tarefa de aluguer e...
mas já sobravam poucas, os tachos a esvairem-se como ilusões.
Mas tenho de ficar...Ser-se chico-esperto é uma das minhas qualidade. Não sendo uma qualidade da qual me gabe, faz-me falta à sobrevivência.
Sou uma pessoa de atalhos e disso não há que ter vergonha. Sou uma pessoa que se socorre de intrumentos diversos e intuitivos, cuja mestria adquiri com o tempo. Falo naturalmente da manigância, da malandrice, do arranjar-me... da cunha, da sacanice, do tacho e quejandos.
Fiz bem em votar no outro... e agora ganhei o meu espaço público... mas o que dirá a minha senhora???!!!
Vão por mim... e acreditem que foi isto que aconteceu nos meus sonhos...verdade ou mentira os Alcacerenses decidirão quem merecerá o seu lugar... aguardemos pelo futuro... já que prognósticos só no final... mas á partida vencerá quem trabalhou mais no verão pois o outono está á porta.

Será que a nossa cidade está assim???!!!


Os Velhos do Restelo dizem que sim...

17 de agosto de 2009

Este é o guincho...

...e pode ser visto em Alcácer do Sal.

Talvez faça falta o Partido NulØ

Poderia ser a hipótese para aqueles que já não acreditam e já não têm emoções políticas...
"Face à situação política do país, almejamos alcançar em breve o lugar de força política mais votada em Portugal, substituindo a abstenção.
Cremos que a elevada abstenção oferece um conveniente pretexto para governações minoritárias, tendencialmente alheadas dos interesses dos cidadãos e que só o voto nulØ surge como uma alternativa plena de potencial expressivo individual e colectivo.
Através do voto nulo, pretendemos afirmar a legitimidade do sistema de representação popular. Clamamos por melhores candidatos, melhores programas políticos, maior capacidade de entendimento das necessidades do país.
Através do voto nulo, afirmamos também a nossa criatividade individual: cada voto nulo é único; e cada voto nulo representa um potencial estético ímpar no contexto eleitoral."
No entanto... a caminhada é longa... e todos nós devemos escolher aqueles que podem elevar Alcácer do Sal e as suas gentes para um projecto de futuro...

14 de agosto de 2009

Bom fim-de-semana...

Aproveite este tempo para estar com os amigos... E beba muitos líquidos... pois está uma brasa.

Última palavra ...

Teresa significa ceifeira e caçadora.
Tem muita compaixão e amor para dar, é capaz de passar a vida a fazer o bem pelas pessoas, chegando mesmo a esquecer-se que também é uma pessoa que pode precisar de receber ajuda e amor.
Mas cuidado, ao agir assim, pode tornar-se uma mártir. Nalgumas situações não consegue perdoar ou esquecer o mal que lhe fizeram, mas isso é o mínimo de que se pode valer para se defender.

Hoje vou jogar... um jogo velho...

Olhem para a imagem. É sugestiva ou não???
Isto é o que se chama um prognóstico. É uma previsão de acerto de um dado evento (esperado) considerado no contexto de um universo de possibilidades. Pode ser estatisticamente calculado ou inferido, ou, também, aleatória ou casualmente vislumbrado.
E qual é o meu prognóstico?
Baseado na minha intuição e nas estatísticas, posso afirmar que vários partidos vão ganhar as eleições autarquicas em Alcácer do Sal.
E mais.. há apenas um que tem alguma coisa a perder.
Mas garantidamente, e vão por mim... quem vai ganhar são os Alcacerenses com os projectos já em desenvolvimento... como a Escola Secundária... prometida há mais de vinte anos.

Moramos no campo, mas estamos próximos da capital...

Por uma vida saudável e sustentável...

13 de agosto de 2009

E já agora, participe...é em Alcácer do Sal


Semana da Juventude

A gula é perigosa...

O gatito está com bastante apetite e os olhos de satisfação mostram tudo...
Mas o ratito não parece que vá ser facilmente comido...

Palavra difícil...

Joaquim:
Significa aquele que Deus elevou. Indica uma pessoa firme e segura e que age sempre de maneira leal.
Apesar da aparente frieza, mostra-se sempre atencioso, confiável e disposto a ajudar.

Como Joaquin Cortez... bailarino de flamenco.

Afinal, digam lá o que querem??!!

"Enquanto isso, a única coisa que vemos do lado da Oposição é a insistência na velha lógica de coligação negativa, em que forças políticas de sinal contrário, como a direita conservadora e a esquerda radical, convergem no objectivo comum de atacar o PS e dizer mal de tudo o que se tenta fazer para melhorar o País. Quanto ao futuro, nada parecem ter para dizer aos portugueses."
Este pequeno texto do nosso primeiro ministro enquadra-se perfeitamente com o que em Alcácer do Sal se vai passando...
A Oposição só sabe dizer mal de tudo... e até me pretendem convencer que sou eu que não vejo bem por aceitar que muito trabalho está a ser desenvolvido...
Mas afinal... para além de uma lista de pessoas... os partidos que concorrem ás eleições têm alguma proposta para melhorar o futuro de Alcácer do Sal e dos Alcacerenses???
Hummm... percebi... estão de férias... e os outros é que estão lá... é que têm de gerir....

12 de agosto de 2009

Ponham-se em fila...

Aguentem... pois só amanhã é que haverá novas mensagens!!!

Mais uma pequena palavra...

Ana:
Do hebraico “hanna”, que significa graciosa. Consciente das responsabilidades, pode à primeira vista parecer um pouco fria, porém, o seu coração pode ser quente, mas de uma forma selectiva. Prefere a solidão aos laços medíocres, a verdade às noções enganadoras. Trata-se de uma pessoa capaz, procura as coisas que duram e que tendem a melhorar com o tempo, a paz interior, a sabedoria e a serenidade.
Como a Ana Karenina ... de Tolstoi

Os Homens são tão simples...

Este diagrama mostra todos os processos mentais que ocorrem, nos cérebros feminino e masculino, quando dizemos apenas: «Vamos beber um copo?»

As emoções políticas do momento

Aqui estamos de novo a falar das pessoas... das reacções curtas e intensas do organismo em resposta a um processo inesperado.
Essa reacção tem um princípio e um fim e pode ser acompanhada por gestos, expressões vocais e alteração do ritmo cardíaco... Quem sabe???!!!
Mas... há quanto tempo não sente uma emoção política? Aquela, está a ver!!!
Aquela emoção de votar num candidato e reunir nele todas as suas esperanças.
Aquela emoção de confiar e acreditar numa pessoa que vive na sua cidade e nos seus projectos que tanto vão afectar os seus familiares mais queridos.
Aquela emoção em que todos acreditamos que podemos melhorar a nossa cidade e as nossas vidas...
Há quanto tempo? Se alguma vez sentiu essa emoção foi há poucos anos...
E não será possível re-viver essa emoção? Por um instante todos tivemos inveja da emoção política que nos foi proporcionada. Para bem governar escolheu os mais competentes. Melhor não podia ser. O mérito acima das politiquices e do clientelismo. Defender o mérito é defender os Alcacerenses, vê-los como um povo válido e não como condenados á rigidez doutrinária que nos leva direitinhos ao abismo.
E por isso vão por mim e... aceitem que o mais difícil já foi feito e agora só falta projectar no exterior tudo o que as pessoas querem...

11 de agosto de 2009

Mais uma palavrita...

António:
Significa aquele que está na vanguarda.
Indica uma pessoa de força interior e de fé inabalável para atingir os seus próprios ideais.
São estes atributos que lhe permitem estar sempre à frente, abrindo caminhos que geralmente levam a resultados positivos para todos.
Bonito nome... para quem se encontra no pico da onda.
Como o Santo António de ... Alcácer do Sal.

A Formiguita trabalhadora

O Bloco de Esquerda de Alcácer do Sal começa a dar lições aos outros partidos em matéria de 'choque tecnológico. Enquanto os outros, incluindo o partido que governa a cidade, ainda não encontrar o espaço e o tempo certo para comandar as lides na net - por 'lapsos técnicos' não especificados, diria eu -, o Bloco de Esquerda, com algumas reservas e muita precaução cameça, devagarinho a construir um espaço apolínio de referência aos seus apoiantes.
Devagar, devagarinho hoje informou que:

"A sede núcleo do Bloco de Esquerda irá funcionar no Bairro dos Açougues, mais precisamente, na chamada Rua do Samedito (nas imediações do café “Cantinho do Castelo”). Por agora, o espaço apenas tem acolhido as reuniões de trabalho dos simpatizantes e aderentes do Bloco.Durante o período de campanha eleitoral a sede terá um horário de funcionamento alargado, queremos que seja um espaço aberto à comunidade. Já sabe onde nos pode encontrar, traga-nos as suas dúvidas, sugestões, projectos ou... as novidades do dia."
Lembram-se da história da cigarra e da formiga???!!!
E por isso vão por mim... porque se quisermos ser melhores do que eles e ser o partido mais votado teremos que, arregaçar as mangas e mostrar, a todos, que queremos ganhar e trabalhamos dia e noite para que isso aconteça... o que mostramos na Internet.

Se isto não é verdade... parece...

Por mais que queiramos dizer ou desdizer vocês é que vão votar.
E a vossa decisão, quando forem votar, será sempre um acto livre e individual....
Mas prejudicada por uma constante «aristocracia» mediática, que pensa que com as suas críticas severas e constantes tem o direito de educar o povo, com uma legitimidade que lembra aquilo que acontecia antigamente. A censura já acabou...para quem não sabe. Todos somos livres. E livres de escolher a melhor opção de futuro.
Tanto tempo e não aprenderam nada. A liberdade, que tanto prezam, não é mais do que a cristalização de uma concentração de direitos e de deverem nas mãos de alguns .
Felizmente que já são poucos. Mas é desadequado pensar e não ver com bons olhos que outros possam ter feito, em menos tempo, aquilo que é julgado necessario para envolver toda a comunidade.
Vão por mim... e não se deixem levar por aqueles que, em surdina e com doces palavras, querem alterar liberdades e direitos conquistados no passado.

Mamã... Posso ficar com ele??? Posso? Posso???

Por favor....mãeeeeeee? Eu prometo que tomo conta dele, eee dou-lhe banho todos os dias, eee ajudo-o a fazer os trabalhos da escola, eee jogo com ele na playstation, eee tomo conta dele quando fôr para o liceu, eee ensino-o a conduzir o carro, e financiao-lhe uma bolsa para a faculdade, eee.... mãeeeeeee pooooooosso???? Deixa lá!!!!

10 de agosto de 2009

E neste verão... cuidado! Com o boca a boca...




Palavras...

Pedro:
Não é apenas um nome. Nas origens era כיפא, Kepha, que em aramaico significa "pedra", "rocha", nome este que foi traduzido para o grego Petros, através da palavra πέτρα, petra, que também significa "pedra" ou "rocha". Posteriormente passou para o latim como Petrus, também através da palavra petra, de mesmo significado.
Como Pedro Nunes...

Autarquias.org

De há uns dias para cá, tem ao seu dispor a plataforma autarquias.org. Com o esta sítio da net, "autarquias.org", os alcacerenses já podem alertar os municípios para as mais variadas situações, desde lixo na via pública, postes de iluminação que não funcionam, buracos na estrada, equipamentos danificado, problemas nos abastecimentos, ou outros tipos de problemas, que muitas das vezes as Câmaras Municipais não tem conhecimento.
Os cidadãos podem acompanhar as respostas das autarquias aos alertas apresentados por outros cidadãos, como também participarem nesses mesmos alertas adicionando comentários.
este espaço, que muitos dos alcacerenses, em momento eleitora, irão gostar
permite também a criação de debates onde se discutem assuntos que sejam pertinentes com outros cidadãos e para o próprio.
E neste caso nem é preciso irem por mim .... já que sei que, como as coisas estão, todos quererão participar neste projecto.

Nós também queremos oleões...

É um imperativo encontrar soluções para os problemas ambientais graves que ameaçam a nossa cidade. Estando ela, nos últimos tempos, sujeita a um grande crescimento populacional há quem se tenha esquecido, aos poucos, de fazer isso de uma forma sustentável.
Para além de encontrar essas soluções, é preciso implementá-las o mais rapidamente possível, de modo a abrandar os efeitos negativos das mudanças ambientais.
A instalação na cidade de oleões seria uma medida excelente por parte do município, o que aconteceria de uma forma rápida e segura. São muitos os municípios que já decidiram instalar os oleões, porque não em Alcácer do Sal também?
A recolha e reciclagem de óleos usados apresentam várias vantagens, não só devido redução da quantidade deste resíduo poluente nos lixos e esgotos, mas também resultado dos benefícios económicas que advêm da produção de biodiesel e glicerina, a partir de um desperdício urbano.
Mais, o seu contacto com o solo destrói a flora de tal forma que esta apenas se recompõe passados muitos anos.
Vão por mim... e acreditem que vale a pena fazer... mas de um modo sustentável!

Princípios fundamentais do PS

"O primeiro princípio é a qualificação e o aprofundamento de um poder local democrático, moderno, capaz de exercer mais competências e de tirar partido das competências que já hoje detém. Ele constitui um campo indispensável e insubstituível de participação das populações nas escolhas sobre o seu futuro. Reconhecem-se os resultados amplamente favoráveis do trabalho autárquico, seja no domínio das infra-estruturas da vida colectiva, seja na extensão e qualidade dos serviços prestados às pessoas, seja ainda no aproveitamento inteligente de recursos e na criação de oportunidades de desenvolvimento. Só o seu aprofundamento permitirá a ampla concretização dos princípios democráticos que enformam a nossa sociedade.
O segundo princípio é que do PS responde ao conjunto dos anseios dos homens e mulheres que defendem valores e objectivos socialistas, bem como de todos os cidadãos que se identifiquem com as nossas propostas para responder aos desafios locais. Para uma maior integração e participação das populações, o PS defende a abertura e incorporação das opiniões públicas locais e a interacção permanente com a sociedade civil.
O terceiro princípio geral de que partimos é que as eleições são escolhas entre políticas. As candidaturas serão corporizadas por homens e mulheres, os quais se responsabilizam e comprometem perante todos, mas o voto é uma escolha que recai sobre as propostas feitas ao eleitorado. Apresentam-se propostas políticas concretas e é com base nelas que queremos ser escolhidos e posteriormente avaliados."
Por isso vão por mim... es escolham aqueles que, apesar dos tempos, ainda apresentam princípios... acerca dos quais todos estamos de acordo. É que as pessoas passam e os princípios ficam...

7 de agosto de 2009

Um bom Fim De Semana... Ao Natural


E agora... uma imagem picante...


Já que gostam tanto de política... tomem lá mais uma...

Não sabia que a coisa politica era motivo para tanto comentário. É pena é que as pessoas comentem enquanto anónimos.... é pena que comentem mesmo aspectos normais da vida quotidiana através de visões políticas...
-Olhe que não! Olhe que não! dirão alguns...
... mas os nicknames usados dizem alguma coisa a alguém???
E assim... como eu sei que gostam, aqui deixo mais umas palavras e uma imagem á vossa medida.
Toda a critica é um reconhecimento: só se tenta fechar a boca a quem diz a verdade.
Parece que os alcacerenses continuam agrilhoados ao seu passado recente e assim aborrecem-se profundamente com a liberdade de escolha que agora lhes é concedida.
Esta submissão aos ditames antigos é aceite sem pestanejar pelos meninos de coro ... que parece que não dormem… que velam por nós a todo o instante…
Embora com corpo de adulto, são crianças, inconscientes como todas as crianças, e compreendendo os perigos que espreitam nas curvas da vida, carinhosamente, com um verdadeiro amor maternal, querem poupar a um eventual acidente aqueles que querem levar o barco por diante. É difícil... cometem-se erros... mas há que não desanimar e seguir por diante.
Os tais censores ou aspirantes a tal, nem sequer reclamaram o enquadramento histórico ( no qual já poderiam ter feito alguma coisa ) dizem agora que pretendem regressar para mudar.... Será por serem de uma velha e retrógrada esquerda?
Vão por mim ... e tentem não usar o anonimato para dizer aquilo que pensam... eu pretendo chegar aos vinte comentários para bater um record... e por favor usem mais a retórica e menos a falácia ad hominem ... que é reveladora de muita mais sabedoria.

6 de agosto de 2009

E por favor, sexo... só em privado!!!


Eís o resumo da nossa vida!!!


Afinal, porque é que só criticam...

O título deste post pode ser enganador. Ou melhor, parte dele é enganador, especialmente aquela parte a seguir às reticências...
A vida corre às mil maravilhas, pois estou de férias, mas todos os dias tenho provas de que podia correr bem melhor, e, por isso, não é altura de vir para este espaço fazer exigências.
Passemos, portanto, ao que interessa: ocasionalmente, circulam por aí (e leio) críticas sobre o «status quo», seja ele qual for. E por mais que abomine ideias feitas sou obrigado a confessar que algumas destas críticas soam bastante a uma crise de meia-idade, de uma outra geração, desiludida, enganada, que foi destronada dos seus sonhos pelos que são da sua idade.
A crítica resume-se, a meu ver, apenas a um aspecto: pessoas. Dizem, com a máscara do anonimato, que agora há pessoas privilegiadas, que não sabem nada, que não têm respeito por ninguém e fazem o que bem lhe apetece.
Meus caros, opiniões também eu sei dar (estou neste preciso momento a fazê-lo) mas diria que esta tendência para a crítica é bastante engraçada e é um grande exemplo daquilo que os nossos antepassados dizem de nós. Chegam mesmo a dizer que tudo o que de mal está a acontecer se deve atribuir aos novatos que estão em cena...
Quando os tempos, os meios e as ferramentas mudam, é pouco sensato exigir que as pessoas se mantenham as mesmas. O velho dá sempre lugar ao novo - é o processo conhecido como progresso/evolução.
Já dizia Camões: "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, (...) / Todo o mundo é composto de mudança, / Tomando sempre novas qualidades."
Por isso vão por mim... e mesmo admitindo que há uma cambada de mentecaptos e inaptos que querem fazer o que não podem, falta aos críticos admitir que também os havia no tempo deles (e alguns até se terão safado muito bem, digo eu) e que nunca resolveram nenhum problema.
Mas a natureza humana, no entanto, não parece querer alterar-se, e eles pretendem regressar ao presente pensando que ainda estão no tempo deles. E pensam que ainda podem resolver, agora, o que nunca conseguiram endireitar nas décadas que já passaram.

“Circo Máximos”

A peça “Circo Máximos”, sobre a Prevenção e Segurança Rodoviárias, da autoria do Teatro de Animação de Setúbal (TAS) e promovida pelo Governo Civil de Setúbal (GCS), a realizar nos 13 concelhos do Distrito quer sensibilizar toda a população da região para o flagelo das mortes na estrada.
O GCS e o TAS propõem ao público um espectáculo diferente, com uma mensagem forte, mas simples, que se traduz num importante alerta para as graves consequências de comportamentos impróprios em ambiente rodoviário.
Através do cruzamento entre o mundo circense e a vida cívica, o TAS fará, de uma forma humorada, analogias entre os equilibristas e os peões, as feras e os condutores incautos, os domadores e os condutores cumpridores, os palhaços e os condutores irresponsáveis.
Vá por mim e no dia 15 de Agosto às 22.00 horas... aproveite e veja esta peça de teatro em Alcácer do Sal.

5 de agosto de 2009

Movimento para a criação do Partido Pirata Português

A nossa sociedade é uma sociedade controlada e sob vigilância onde praticamente todos estão registados e sob observação. É contra produtivo a um estado judicial moderno impor vigilância a todos os seus cidadãos, tratando-os assim como suspeitos.
Acreditam que o actual sistema de direitos autorais não está equilibrado. Uma sociedade onde as expressões culturais e o conhecimento são livres para todos em termos iguais beneficia toda a sociedade.
Reivindicam que os abusos comuns e sistemáticos dos direitos autorais de hoje são contra produtivos com estes propósitos, limitando tanto a criação de, e acesso a, expressões culturais.
O Movimento para a Criação do Partido Pirata, apesar de estar numa forma embrionária em Portugal, tem como objectivo mudar a legislação de forma a facilitar o desenvolvimento da sociedade de informação emergente, que é caracterizada pela diversidade e pela abertura.
Para que este objectivo seja alcançado exigimos um maior respeito pelos cidadãos e pelo seu direito à privacidade.
Os três princípios fundamentais do Partido Pirata são a necessidade de protecção dos direitos dos cidadãos, a vontade de tornar livre a nossa cultura, e o entendimento de que as patentes e os monopólios privados prejudicam a sociedade.
Vao por mim e... reparem que eles de piratas não têm nada... pelo menos em comparação com os «velhos partidos» da nossa praça...

O teu computador pode fazer ciência

Foi apresentada há poucos dias atrás, na sessão de e-Ciência do 2º Encontro com a Ciência em Portugal «Ciência 2009 na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, a IBERCIVIS, uma iniciativa de Computação Voluntária para Fins Científicos realizada em cooperação com Espanha e que permite a participação dos cidadãos na investigação científica de uma maneira directa e em tempo real.
E como podemos participar???
Oferecendo tempo de processamento dos nossos computadores para a realização de cálculo computacional de interesse científico por técnicas de computação.
Vão por mim... e aceitem que o Vosso computador se pode transformar numa janela aberta para a ciência, sendo um canal para o diálogo directo entre os investigadores e a sociedade civil.

Por uma política sustentável

De vez em quando recebo umas boas mensagens no telemóvel.
Quando o som da mensagem toca agarro no telelé e reparo que dsta vez é apenas uma anedota... recente... mas boa.
E assim dei com esta mensagem que me fez rir de um modo muito brejeiro.
" O funeral de Michael Jackson já não se vai realizar.
Já que o rei da pop tinha cerca de 90% de plástico (as) no corpo, vai para o Ecoponto amarelo….."
Eu acho bem... pois estamos num tempo em que as políticas sustentáveis são uma mais valia...

4 de agosto de 2009

Origami

Está em férias?
Aproveite e faça algo original para se divertir e envolver o pessoal que está á sua volta.
Origami é a arte japonesa ou processo de dobrar quadrados de papel em formas representativas ( ori dobrar + kami papel). O primeiro encanto do origami é o poder de transformar.
Tudo começa com uma folha de papel e, sem darmos por isso já estamos num domínio tridimensional.
No origami modular utilizamos várias folhas de papel, eventualmente de cores diferentes, na construção de vários módulos que vamos encaixando numa estrutura.
Por isso vá por mim... e divirta-se nestas férias... aprendendo.

O Bem e o Mal II

Se nós um dia conseguissemos abstrair daquele centrão, daquela massa heterogénea que popula as nossas vidas, veríamos que a nossa vida decorre ao lado de pessoas em cujo pensamento as palavras bem e mal deixaram de ter lugar desde que largaram as saias da mãe.
Só as margens do ser, onde ainda há propósitos morais deliberados, ficam hoje reservadas àquelas pessoas boas-más ou más-boas, pois não acredito em gente má-má ou boa-boa.
Pois é assim. De facto podemos ver, sem grande esforço, que quer antigamente quer hoje, não existem os maus-maus, facilmente responsabilizáveis por tudo, como muitos querem fazer crer; e os bons-bons são um ideal tão distante como o mais o sistema solar.
Convenhamos que nunca é facíl formular um juízo valorativo definitivo, mas...
Vão por mim... e sigam o caminho que os vossos valores vos indicarem sem perderem o fito de uma vida sustentável.

O Bem e o Mal

O certo e o errado, o bem e o mal não têm o mesmo significado nem a mesma fundamentação .
Todo o nosso comportamento é feito de coisas que estão bem ou que estão mal. E sabemos como é que elas se distinguem. Do mesmo modo, quando praticamos qualquer acção, sozinhos ou em grupo, temos de saber distinguir entre o bem e o mal. E temos de pensar e decidir pela nossa cabeça e nunca fazer isto ou aquilo - mesmo que nos pareça mal - só porque alguém nos mandou fazer isso.
Assim... é fácil verificar que há pessoas que desperdiçam as suas vidas a fazer o mal e outras que cumprem as suas funções de forma excelente a fazer o bem.