2 de janeiro de 2013

É já a seguir!

Agora vamos esperar pela proposta do Tribunal Constitucional!
Mas ninguém espera nada de diferente.
Num estado onde ninguém quer fazer aquilo que deve o Tribunal constitucional deve adiar a decisão e a proposta para as calendas de Maio.

Sem comentários: