1 de fevereiro de 2013

A ter em atenção


A propósito de alguma decadência recente quero falar de «Gigi»,  uma novela de Colette.
Uma linda história sobre as relações humanas e mundanas...
Através das histórias de Gigi, nota-se, de forma subtil, o modo com os senhores da altura tratavam as meninas ou senhoras que estavam em plano inferior...
Enquanto que para os nobres, as senhoras ou mulheres deveriam preocupar-se em ser cultas e distintas a fim de arranjar um bom casamento, as outras deveriam tentar fazer o mesmo para se tornarem amantes desses mesmos nobres senhores!
A situação da mulher é divertida. A sua relação com os amantes, a acidez que as mulheres oferecem umas às outras, a ambição de conseguir a graça de um homem e o medo de o perder. As enormes preocupações com a idade, a beleza, as roupas e o luxo...
As mulheres já buscam a independência e o feminismo: ao recusar ser amante  pretende mostrar ser outra. Que atrevimento!

Sem comentários: