17 de fevereiro de 2013

Vai cavar... desempregado jovem,,,


Parece que o nosso ministro Relvas, sem esboçar um único sorriso, informou a país que "vai facilitar” o ingresso dos jovens na agricultura.
E sendo assim, esta configura-se como uma das grandes medidas estratégicas para o emprego, a juventude e a agricultura. Mais, este três em um, devidamente patenteado pelo Sr. Relvas, terá implicações severas no deficit, na economia e nas finanças.
Mais do que emigrar falamos, agora, em migrar para os campos, para o Portugal profundo. A lavoura é o destino da próxima geração de Portugal. Vamos ter os lavradores mais escolarizados da Europa e do Mundo!
Mais, parece que o regresso à lavoura não será para os jovens! Ele começará bem mais cedo. Desde a mais tenra idade, os alunos repetentes que não tiverem jeito para para a caneta e o papel, a dita escola moderna, serão enviados para campos rurais e agrícolas para crianças.
É claro que os anos passados na lavoura servirão para receberem uma licenciatura em agronomia, por equivalência é claro.
Portanto: vai cavar ou cava daqui!

Sem comentários: