12 de fevereiro de 2014

Pais e Filhos

O que dizer sobre os pais e sobre os filhos? O que os une? O que os separa?
Os pais bem enraizados, como os sobreiros, representam um mundo errado, atrasado e em declínio, mas com uma enorme compreensão da realidade, vivida entre as suas gentes; os filhos livres ao vento, sementes em construção, protagonistas no seu próprio mundo, dominam a verdade com a sua presunção. Os pais dão voz aos antigos e tacanhos costumes, os filhos indicam o futuro com coragem e determinação.
Há na Humanidade a busca de um certo equilíbrio: um espaço em que os filhos mudam e melhoram o mundo dos pais. Não há abismos geracionais, mas sim uma complexa e rica interacção pela vida.
Esta é a dialéctica entre pais e filhos, entre a tradição e o futuro!

Sem comentários: