21 de abril de 2014

Um bolo e quatro velas

Quando acendemos e sopramos as velas do nosso bolo de aniversário deveríamos dar muito atenção ao que estamos e queremos festejar. Olhar para um bolo recheado de chocolate e com quatro décadas de velas pode oferecer-nos milhares de farrapos fragmentados da consciência. Nem mais nem menos do que a capacidade de recordar o que somos e o que fizemos. Nem mais nem menos do que partilhar a capacidade e a faculdade de ser humano.

Sem comentários: