30 de junho de 2014

De magistro

"O professor expõe, não o seu pensamento mas a sua disciplina: ciências, moral, filosofia. Depois, os alunos examinam por si mesmos se aquilo que lhes disseram é verdadeiro e contemplam assim, na medida das suas forças, a verdade interior. É então que se instruem". 
Sto. Agostinho

29 de junho de 2014

Da escrita

Hoje fiquei feliz. Fiquei a saber que estou na linha da tradição de grandes vultos da literatura mundial. Como muitos outros autores, adeptos da indolência, sempre fiz questão de não ultrapassar as minhas médias: uma linha por dia, sete por semana, um livro de oito em oito anos.

28 de junho de 2014

Acerca de Deus

Se existir Deus ao menos que faça sentido, nem que seja com um anzol de pesca.

27 de junho de 2014

Ser e mudar

"Eu sempre quis saber porque é que os pássaros optam por ficar no mesmo sítio, quando poderiam voar para qualquer outro lugar da terra. Depois faço a mesma pergunta, mas acerca de mim."
 Harun Yahya

26 de junho de 2014

Procurar sentido para as coisas


Distraído por vários assuntos realmente importantes, poderei ter uma vida inacabada. Várias pretensões, que se sobrepõem e opõem, transportam-me para uma duração plena de incertezas. As diferenças entre a ética e a realidade aprofundam-se, entrechocando com tal violência e com consequências tão profundas que, nestes dias como há mais de sete mil anos, todo o futuro me parece premente e insolúvel.
Só a vida com os outros é redentora. Todavia também este é um caminho difícil. Como um oleiro, tentarei criar peças com bom uso, em vez de outras de uso vil. Haja sentido para as coisas.

25 de junho de 2014

Falar

"Que te parece que queremos levar a efeito, quando falamos?"
 Sto. Agostinho

Augustine


Hoje vou ver este filme «Augustine: The Decline of the Roman Empire».

24 de junho de 2014

Das ligações

Apesar de a filosofia, a ciência e a arte interagirem em muitos níveis diferentes, nem sempre esta relação é reconhecida.

Regresso

"Home Sweet Home"

23 de junho de 2014

Sobre a chuva no Verão

Sou, por natureza, muito optimista. Estive a conversar com o S. Pedro. Eu argumentei. Ele prometeu.

22 de junho de 2014

19 de junho de 2014

Do futuro...

O tempo futuro é inevitavelmente afectado pelo tempo presente. Um contínuo sendo. Potência e acto. A gravidez do hoje da qual nascerá o amanhã. A expectativa e a antecipação. Uma despedida que olha em frente. Tempo de nascimento. A novidade, a origem.

16 de junho de 2014

13 de junho de 2014

Final d´A Relíquia

Acabei de ler a história do raposão. Afinal o Sr. Raposo deixou de ser hipócrita, estabeleceu-se e, no final, ficou rico como os outros.

12 de junho de 2014

Início do livro...

Ontem comecei a ler um bestseller internacional que começa assim: "Quando fiz onze anos parti o meu mealheiro e fui às putas". Podem tentar dizer qual é o livro...

11 de junho de 2014

O livro e a vida


Hoje decidi escrever, mais uma vez, sobre um tema que abrange tudo e todos: o livro. O livro é partilha: fiz alguns dos melhores amigos a trocar livros, a falar sobre livros e, mais que tudo, comecei a namorar com um livro de Choderlos de Laclos. É através do livro que faço, que me exprimo e que conto histórias. É através dos livros que partilho pequenos segredos, sem ninguém saber, como é o caso de Charles Baudelaire. É o livro que me faz rir, que mistura as minhas emoções e que me leva a divagar sobre locais e paisagens.
Mas o livro não é solidão. O livro partilha-se com o autor e com os amigos.
Ler um livro é colocar as faculdades em movimento. É imaginar um momento de emoção entre amigos, um momento de amor entre amantes, um jantar onde se partilham histórias. Em cada livro que leio deposito um pouco de mim. Em cada livro que leio há um mundo que me acrescenta.
O meu caminho é marcado pelo livro e é por ele que aqui estou a escrever estas palavras.

10 de junho de 2014

Hegel

"Sócrates é a semente; Platão é a flor; Aristoteles o fruto... E desta árvore, assim completa, se tem nutrido o espírito humano".
Eça de Queirós

9 de junho de 2014

Questões

Será que Eça de Queirós, n'A Relíquia, pensava que o daimon de Sócrates, que "tão divina e puramente o governava", era uma voz vinda de Sião, inspirada pelo espírito do Senhor?

6 de junho de 2014

Máscaras

«Toda a acção é necessariamente mal conhecida. Para que não expressemos contradições de momento a momento, precisamos de uma máscara - como acontece se quisermos ser sedutores. Mas é preferível conviver com os que mentem conscientemente, porque esses também sabem ser verdadeiros conscientemente. Porque, a sinceridade habitual não passa de uma máscara, da qual não temos consciência.»
F. Nietzsche

4 de junho de 2014

Imagens

«Com certeza não eram gigantes que o cavaleiro da triste figura mostrava ao seu fiel escudeiro Sancho Pança, eram moinhos de vento! (…)».
M. Cervantes

3 de junho de 2014

1 de junho de 2014

Preconceitos


Todos temos os nossos preconceitos. É claro que eu também tenho os meus. Sempre fui dizendo que não lia nem mulheres nem portugueses. Que erro.
Mas pronto. Venho informar que me encontro a ler "A Relíquia", do Eça de Queirós.