19 de julho de 2014

Da imaginação

Uma minúscula porta abre sempre novos mundos. Atravessar uma fenda escura pode levar à enormes distorções de luz. Não há que querer chegar a um fim. Há que continuar até ao pormenor da imaginação criadora. Não há olhar para conhecer mas olhar para o desconhecido. É sempre uma verdadeira irresponsabilidade, já que se engrandece o mundo. Já repararam que podem alterar as dimensões dos objectos, através da imaginação?

Sem comentários: