4 de julho de 2014

Ter esperança

Aqui estou. Um ser, por natureza, muito optimista. Sempre na cabeça da revolta, mas sempre na brincadeira. Eu sei que poderia ter sido um louco qualquer, mas aqui estou. Enfim, a cada novo dia espero continuar cada vez mais inquieto. Inquieto com o desenvolvimento do mundo, inquieto com a diferença entre as pessoas. E, ao mesmo tempo, repleto de esperança.

Sem comentários: