17 de julho de 2014

Viajar pelas palavras...

Viajar através das palavras pode significar ingeri-las. Há que ser um verdadeiro detective para descobrir o paladar de um livro, apenas pelo seu aspecto exterior. Muito cuidado com as cores fluorescentes. Um leitor especial levanta o livro até ao nariz, para simplesmente o cheirar. Para vos dar uma ideia, apenas direi que há frases que têm o sabor de um café matinal. Entretanto o mundo exterior parece cada vez mais aborrecido: um bocejo e uma gota de suor.

Sem comentários: