3 de agosto de 2014

Ler e praticar...


Já tinha pescado a bordo do Pequod, com o capitão Ahab, de Herman Melville. Andei "No coração do Mar", de Nathaniel Philbrick, salvando-me no limite da capacidade humana. Na "Odisseia", ouvi o canto das sereias, amarrado ao mastro principal. Por ordens de D. João II, corri até ao fim do mar e temi o mostrengo. Tenho "O velho e o mar", de Hemingway, na mesinha de cabeceira.
No entanto não estamos preparados para pesqueiros, estralhos, fios, carretos, surfcasting, montagem de madres, bóias, missangas, chumbadas, anzóis, rolamentos, nós, controlo de travagem, lançamentos, ponteira, carbono, passadores, starlight... E, e sobre os nomes dos peixes, falamos outro dia.

Sem comentários: