1 de setembro de 2014

Pequenas mortes

Que bela morte teve Cornélio Galo!

Sem comentários: